vlcsnap-2022-04-15-18h46m34s038.png

/lost+found

No diretório raiz do sistema operacional Linux, base da projeção digital profissional contemporânea, há uma pasta padrão denominada “lost+found” (perdido+encontrado). Sua função é permitir a recuperação de dados do programa e a própria funcionalidade do sistema operacional. Diferentemente dos ambientes windows e mac, o Linux pressupõe o colapso inerente a qualquer processo vital e procura preveni-lo com algumas medidas internas de recuperação/restauração do sistema. 
A produção audiovisual tornou-se um dos sistemas vitais da memória do mundo, tanto na esfera individual quanto coletiva, compreendendo desde filmes particulares ou caseiros até as obras-primas do cinema. Como qualquer outro fenômeno histórico está sujeita a perdas parciais, degradação e desaparecimento completo. É uma memória permanentemente ameaçada pelo tempo e pelo uso, cujo default de conservação/recuperação se tornou o sistema de arquivos audiovisuais espalhados ao redor do mundo, rede complementada por “partições” como colecionadores e laboratórios de imagem e de som, fotoquímicos e digitais.
Nenhuma rede opera sozinha. Depende de interfaces sempre humanas, mais ou menos qualificadas, mas sempre passionais e dedicadas. A série “/lost+found” vai apresentar histórias representativas do mundo da preservação audiovisual, tendo como epicentro e ponto de partida não as instituições ou as obras (os filmes) ou algum acontecimento particular, mas os profissionais que tornam possível a redescoberta, reconstituição, restauração do que uma vez foi um determinado conjunto de imagens em movimento. O que os moveu a uma vida inteira dedicada à arqueologia audiovisual; como seus interesses, gostos e percalços de vida se entrelaçam com rolos, fitas, arquivos; qual o impacto de feitos que nasceram obscuros (e assim permanecem em grande medida para o público em geral) e se tornaram decisivos para a cultura audiovisual contemporânea.
“/lost+found” quer capturar o reverso da intensidade cintilante da imagem em movimento e não apenas seu brilho aparente. Diferentemente de extras de home-video, com sua ênfase nas operações “mágicas” dos meios tecnológicos (“era assim e ficou assim”), quer voltar no tempo não apenas para contar a história do reencontro da dimensão aurática do artefato audiovisual (a condição “original” do filme), mas também explorar os caminhos do mundo na busca pelos rastros materiais das obras, onde quer que eles estivessem, e mais do que isso revelar flashes das convicções, ambições, crenças dos mestres da conservação/restauração. Quer sobretudo alcançar no primeiro plano de suas personagens centrais um momento de plenitude, sorriso interno, satisfação interior, fugaz felicidade, como quando a criança desvenda o mistério da localização e foge do temor da solidão.

 

/lost+found foi idealizada pelo conservador-chefe da Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, o professor e pesquisador Hernani Heffner.
                                   

sinopse

episódios

1 - Saulo Pereira de Mello (2022), direção Rafael Saar, 27 min - Estréia dia 23/03/22, às 20h, no Canal Curta!

2 - Paolo Cerchi Usai (2022), direção Eduardo Cantarino, 31 min - Estréia dia 30/03/22, às 20h, no Canal Curta!

 

3 - Francisco Sérgio Moreira (2022), direção Thiago Brito, 28 min - Estréia dia 06/04/22, às 20h, no Canal Curta!

 

4 - David Robinson (2022), direção Thiago Brito, 29 min - Estréia dia 13/04/22, às 20h, no Canal Curta!

 

5 - Johan Prijs (2022), direção Pedro Henrique Ferreira, 30 min - Estréia dia 20/04/22, às 20h, no Canal Curta!

 

6 - Ray Edmondson (2022), direção Isabella Raposo, 29 min - Estréia dia 27/04/22, às 20h, no Canal Curta!

 

7 - Fernanda Coelho (2022), direção Diogo Cavour e Thiago Ortman, 33 min - Estréia dia 04/05/22, às 20h, no Canal Curta!

8 - Ivo Raposo Junior (2022), direção Isabella Raposo, 28 min - Estréia dia 11/05/22, às 20h, no Canal Curta!

 

9 - Raquel Hallak (2022), direção Eduardo Cantarino, 27 min - Estréia dia 18/05/22, às 20h, no Canal Curta!

 

10 - Martin Koerber (2022), direção Fabian Cantieri e Rodrigo Campos, 31 min - Estréia dia 18/05/22, às 20h, no Canal Curta!

11 - José Manuel Costa (2022), direção Pedro Henrique Ferreira, 30 min - Estréia dia 25/05/22, às 20h, no Canal Curta!

12 - Paulo Emílio Salles Gomes (2022), direção Fabian Cantieri, 30 min - Estréia dia 01/06/22, às 20h, no Canal Curta!

13 - Fernando Martín Peña (2022), direção Diogo Cavour e Matías Blanco, 31 min - Estréia dia 08/06/22, às 20h, no Canal Curta!

5b3e5d31-622e-43cd-8c82-b5dd662b9811.jpg